Radiologia Odontológica DigitalTomografia Computadorizada Odontológica Cone Beam

DOSE DE SABEDORIA #28

Sinusopatia por Comunicação dos Seios maxilares

 

A comunicação buco-sinusal é uma complicação que pode ocorrer após a exodontia de pré-molares e molares superiores. Isso acontece devido a proximidade das raízes com o seio maxilar. A comunicação permite acesso da cavidade oral ao seio, fazendo com que a flora bacteriana seja alterada. Em casos crônicos, o orifício criado entre a boca e seio pode sofrer epitelização, configurando a fístula buco sinusal.

Nas imagens a seguir mostraremos, nos cortes coronal panorâmico, oblíquos, sagital e na sequência de cortes coronais a comunicação do seio maxilar direito (imagens 1, 2, 3 e 4).

Imagem 1 – Corte coronal panorâmico 1:1

Imagem 2- Cortes oblíquos. Observa-se que nos cortes 28 ao 30 (seta laranja) há comunicação do seio maxilar com epitelização do orifício (fístula buco sinusal) e velamento da cavidade do seio maxilar direito (cortes 14 ao 44).

 Imagem 3 – Corte sagital que visualiza a fístula buco sinusal.

Imagem 4 – Cortes coronais: corte 10 presença da fístula e consequentemente o velamento do seio maxilar direito.  Observa-se que o óstio ou hiato maxilar* apresenta obliterado.
Nota: ** Os seios maxilares comunicam-se com a cavidade nasal através de uma estrutura diminuta, chamada de óstio ou hiato maxilar; a movimentação da membrana ciliada, faz com que o muco presente no seio maxilar atravesse este reparo anatômico e chegue à cavidade nasal.

         Assim vale ressaltar que perante a anatomia do seio maxilar com processo alveolar da maxila é imprescindível uma avaliação Imaginológica dos seios maxilares por parte das diferentes especialidades Odontológicas, de modo a assegurar as atuações do Cirurgião Dentista dentro do Sistema Estomatognático.


Dose de Sabedoria por: Dra Ana Luiza Riul, Dr. Luis Fernando Jardim e Dra. Patrícia Jardim

Siga nossas redes sociais!