Radiologia Odontológica DigitalTomografia Computadorizada Odontológica Cone Beam

DOSE DE SABEDORIA #37

 

FOV no âmbito da Tomografia cone beam: Campo de Visão grande

 

O campo de visão grande mostra o teto das órbitas e o nasio até o osso hióide em um homem adulto típico (imagem 1).

        

Imagem 1 – Representação esquemática da área analisada neste campo de visão

As imagens a seguir são casos que foram adquiridas no aparelho iCat NextGeneration com voxel de até 0,25 e FOV de 25×16, que permite visualização expandida das áreas anatômicas.

Caso 1: Estudo de ATM: Permite analisar as cabeças da mandíbula em relação as cavidades articulares e as eminências articulares, e também é possível verificar a morfologia dos componentes ósseos do complexo da ATM (Imagem 2).

Imagem 2 – ATM em posição boca fechada e aberta

 

Caso 2: Estudo de terceiros molares que apresentam posicionamento desfavorável (imagens 3 ao 5).

Imagem 3 – Corte coronal panorâmica que indicam as posições dos dentes 38 e 48

Imagem 4 – Cortes oblíquos (em fatias) que revelam a estrutura dentária do dente 48 em relação ao canal mandibular.

 

 

Imagem 5– Cortes oblíquos ( em fatias) que revelam a estrutura dentária do dente 38 em relação ao canal mandibular e seu posicionamento na mandíbula. Observa-se que há um aumento do espaço periconário tem como diagnóstico favorável cisto dentígero*

*Nota: Ressalvo que o dignóstico conclusivo é realizado por histopatologia

 

Caso 3 – Estudo do complexo maxilo mandibular para reabilitação com implantes. Neste caso observa-se presença de guia tomógrafo para fins de cirurgia guiada (Imagens 6 ao 8)

   

Imagem 6 – Template com corte coronal panorâmico e cortes oblíquos da mandíbula

        

Imagem 7– Template com corte coronal panorâmico e cortes oblíquos da maxila

Imagem 8 – Reconstrução 3D do complexo maxilo mandibular

 

Caso 4 – Estudo da maxila de forma estendida que permite visualização até o óstio (Imagem 9)


 


a) Esquema da maxila estendida,
b) corte coronal panorâmica da maxila e
c) Reconstrução 3D no realistic para tecidos moles.

Caso 5 – Estudo de patologia

   

Imagem 10 –

a) Esquema da mandíbula estendida,

b) corte coronal panorâmica da maxila e

c) Reconstrução 3D

Assim, o aparelho de FOV grande permite abranger as áreas acima citadas para realização de diagnóstico e planejamento. O esquema abaixo reforça a áreas de interesse do FOV grande:

 

Dose de Sabedoria por: Dra Ana Luiza Riul, Dr. Luis Fernando Jardim e Dra. Patrícia Jardim

Siga-nos nas REDES SOCIAIS