Radiologia Odontológica DigitalTomografia Computadorizada Odontológica Cone Beam

DOSE DE SABEDORIA #43

Se todo mês ganha uma cor pra alertar sobre um tema importante, julho vem vestido de verde, numa campanha para conscientizar sobre o câncer de cabeça e pescoço.

            A campanha deste ano ganha ainda mais importância devido ao impacto causado pela pandemia a 43% dos pacientes em tratamento de câncer, segundo levantamento do Instituto Oncoguia.  A Organização Mundial da Saúde (OMS) também reconhece os resultados negativos da pandemia no tratamento do câncer.

            Incidência:

No Brasil, o câncer de cabeça e pescoço deve acometer anualmente de 35 mil a 40 mil brasileiros. Segundo levantamento do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de boca, laringe e demais sítios é hoje o segundo mais frequente entre os homens, atrás somente do câncer de próstata. Nas mulheres, é o quinto mais comum, ficando atrás do câncer de mama, tireoide, cólon e reto.

O câncer de cavidade oral é o sétimo mais comum no Brasil. Uso excessivo de bebidas alcoólicas ou de cigarro pode ocasionar a doença, assim como a exposição excessiva aos raios solares. O HPV também está associado ao câncer de cabeça e pescoço. O diagnóstico da doença entre jovens (menores que 45 anos) tem se tornado frequente, decorrentes de tumores originados pelo HPV.

Em 2020, o câncer de tireoide acometeu aproximadamente 12 mil mulheres (novos casos). Entre os homens, foram 11 mil novos casos; e em laringe, aproximadamente 6,5 mil novos casos.

Aproximadamente 60% dos casos de câncer de cabeça e pescoço são diagnosticados tardiamente, aumentando as possibilidades de sequelas no paciente e diminuindo as chances de cura, assim a importância da campanha em divulgar a importância do diagnóstico precoce.

Fique atento aos principais sinais e sintomas do câncer de cabeças e pescoço:

– Feridas na boca que não cicatrizam;

– Mudanças na voz ou rouquidão por mais de duas semanas;

– Irritação ou dor na garganta;

-Manchas vermelhas ou esbranquiçadas na região bucal;

– Caroço no pescoço;

– Dificuldade/ dor para mastigar ou engolir;

– Perda de peso sem motivo aparente;

-Mau hálito frequente;

– Ferida no rosto que não cicatriza;

– Dentes moles ou dor em torno deles.

            Ao identificar algum desses sinais/ sintomas, que dure por mais de duas semanas, procure um médico ou dentista.