Radiologia Odontológica DigitalTomografia Computadorizada Odontológica Cone Beam
BANNER

Dose de Sabedoria #7

Tomografia Cone Beam: Instrumento de localização de variação anatômica rara

O estudo das variações anatômicas é importante não apenas para a coleta de dados antropométricos, mas também para melhorar os protocolos clínicos e entender por que um procedimento clínico específico às vezes não produz os resultados esperados, assim, as imagens de TCFC têm um papel crucial no reconhecimento de variações anatômicas, permitindo avaliações tridimensionais detalhadas. 

            Variações anatômicas na maxila são raramente descritas na literatura e, na maioria dos casos, estão relacionadas ao canal nasopalatino  e nesta publicação a descrição é de uma rara variação anatômica da presença de um canal acessório bilateral que se estende da parede lateral da cavidade nasal até um forame acessório localizado no palato duro, adjacente ao incisivo lateral superior observado em imagens de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC). Este caso é uma variação anatômica do nervo alveolar superior anterior (Canalis Sinuosus). A identificação de variações anatômicas individuais, especialmente na TCFC, pode ajudar o cirurgião a evitar lesões nos nervos durante a colocação do implante e/ ou acesso cirúrgico com proximidade a esta estrutura.

            Conceitualmente Canalis Sinuosus é um canal neurovascular que transporta o nervo alveolar superior anterior e os vasos, no qual se origina à partir do  canal infraorbital, que  emite um pequeno ramo em sua face lateral, próximo ao seu ponto médio e que corre para frente e para baixo até a parede inferior da órbita, lateral ao canal infraorbital e dobrado medialmente à parede anterior do seio maxilar, passando abaixo do forame infraorbital.

            No caso a seguir refere-se imagens de TCFC trabalhadas no programa EVOL com o objetivo de localização de dente supranumerário, este se apresentava em disposição vertical e à palatina do dente 13. Suprajacente ao elemento de estudo observou-se a presença do Canalis sinuosus. Ao percorrer as imagens adquiridas visualizou que na hemi-arcada esquerda havia a presença contralateral desta variação anatômica à palatina do dente 23.

Cortes - Canalis Sinuosus 

            Assim, a identificação desta variação e localização espacial permite uma maior segurança no procedimento cirúrgico, evitando uma possível parestesia.

Dose de Sabedoria por: Dra Ana Luiza Riul, Dr. Luis Fernando Jardim e Dra. Patrícia Jardim

Siga-nos nas REDES SOCIAIS